Transformação Digital da sua Imobiliária – Do aperto de mão ao aperto de botão.

Contato

Transformação Digital da sua Imobiliária – Do aperto de mão ao aperto de botão.

Você se pergunta: por onde eu devo começar a transformação digital da minha imobiliária?
Como está a sua Presença Digital?

Quando falamos em Transformação Digital, precisamos pensar em “presença digital”. Por mais que este conceito seja um pouco amplo, podemos resumir a presença digital de uma empresa, na forma como ela se posiciona na internet, como ela utiliza os meios digitais para se comunicar e se relacionar com os seus clientes. Por isso é muito importante ter uma estratégia digital. Um outro ponto muito importante sobre uma boa presença digital é que através dela a empresa conseguirá transmitir todos os seus reais valores e expressar claramente a forma como quer se posicionar no âmbito digital e como ela se porta no meio comercial.
Agora que você sabe da importância vamos tentar entender “como podemos construir uma Presença Digital”. Relacionamos abaixo os principais pontos que você deve focar:

Posicionamento e branding: O branding ou brand management refere-se à gestão da marca da sua imobiliária, como seu nome, as imagens ou ideias a ela associadas, incluindo o slogan e logotipo.
– Conteúdo: coloque-se no lugar do seu público, que conteúdos podem ser de seu interesse. Como a sua marca pode se vincular os assuntos que possam interessar a este público. Trabalhar com conteúdo que tire as dúvidas do cliente, de forma a demonstrar o seu conhecimento e credibilidade ajudarão na criarão da sua reputação, melhorando assim cada vez mais o seu engajamento nas redes sociais e o seu posicionamento nos mecanismos de buscas.
Relacionamento com os seus clientes: de nada adianta ter uma comunicação envolvente e seu blog e nas redes sociais, mas na hora de dar um retorno por e-mail, ou do pós-venda você se ausenta.
A internet como meio de geração de negócios. Hoje mais de 60% dos negócios imobiliários, nascem na internet. O site responsivo e adaptável para celulares é o mínimo que você deve ter. Você pode testar o quão Mobile-Friendly é o seu site utilizando a ferramenta do Google para teste de compatibilidade com dispositivos móveis.

A transformação digital mudou a forma de fazer negócios.
Quer provocar uma transformação digital na sua imobiliária, veja abaixo pontos importantes.

Toda mudança precisa vir de dentro para fora e nas empresas não poderia ser diferente. O processo de mudança, exige que se altere o mindset (“modelo mental”) de forma a colocar a organização em movimento para promover a evolução necessária. Para isso, é necessário conhecer a maturidade do uso da tecnologia na sua empresa, além de ajudar as áreas de negócio na sua digitalização e assim iniciar seu processo transformação digital.
Todas as áreas foram impactadas por essas inovações. Assim as tomadas de decisão dependem cada vez mais da TI (Tecnologia da Informação. Além da criação de novos produtos e serviços. A tecnologia vai do atendimento ao cliente, passando pela contratação e gerenciamento dos funcionários. Isto pode ser feito através de aplicativos que gerenciam de vendas a campanhas motivacionais.

O que envolve a transformação digital de uma imobiliária? Por onde posso começar?

Consideramos as 04 etapas fundamentais para você implementar a transformação digital na sua imobiliária. Estas etapas ajudam a direcionar seus esforços de forma focada, por isto é importante avaliar o que poderia ser feito diferente dentro de cada setor, um norte de ideal para buscar e orientações para passar à equipe que irá materializar a transformação digital no seu negócio. O ideal é trazer o assunto para a pauta e eleger em todos os setores um representante, que organizará encontros/reuniões e aplicará os métodos necessários para junto com a equipe determinar quais mudanças seriam interessantes na sua rotina e que poderiam ser auxiliadas pela tecnologia. Afinal serão nos processos utilizados no dia a dia que ocorrerão as maiores mudanças. Como gestor avalie cada etapa dentro da sua realidade.
01 – Gestores: talvez um dos primeiros passos de forma a reduzir os riscos do processo, seria uma análise financeira, mensurando os impactos econômicos do processo de transformação. Tanto para implantar quanto manter.
02 – Equipe: é natural que cada profissional desenvolva suas expectativas em relação ao rumo da transformação digital. Quando iniciamos um processo de “disrupção” é preciso estar atento aos possíveis impactos que esse processo pode causar na produtividade e, portanto, no faturamento da imobiliária. É preciso ter como objetivo que a “adesão dos funcionários e gestores” pois ela é fundamental para o sucesso.
03 – Infraestrutura: avaliar a estrutura existente de forma detalhada, e assim definir quais são as mudanças necessárias para decisões mais assertivas.
04 – Digitalização: como a maioria das imobiliárias, a sua deve ser analógica, digitalizar os processos do negócio é base para iniciar seu processo digital. Esta digitalização é fundamental para o desenvolvimento de “dados e informações” que ajudarão nas tomadas de decisão.
Se engana quem pensa que a “transformação digital” se resume em oferecer produtos de forma digital, ou o uso de softwares e aplicativos deixando mais rápido os processos da empresa. Apesar dos bons resultados destas novidades, é importante alinhar o trabalho, e entender tudo que envolve.
Há ainda os que pensam que se trata de algo para grandes empresas, mais uma vez se engana, se procurar com cases de sucesso encontrará restaurantes, escolas, e sim, imobiliárias. Veja abaixo no quadro tudo que envolve a “transformação digital”:

Marketing: estratégias online e offline, do público-alvo de forma otimizada e digital. Posicionamento e autoridade de mercado. Aqui você deve pensar e rever seu site, blog, sua automação em marketing, e principalmente seus anúncios nas redes sociais. Não se esqueça do offline, hoje online e offline (mídia tradicional exemplo: placas) caminham juntos nos esforços de divulgação.
Vendas: estruturação e acompanhamento, com base em taxas de conversão, projeções de metas para o crescimento. Há vários sistemas no mercado, e atendem diferentes necessidades.
Tecnologia: assertividade e redução de custos na utilização de ferramentas que automatizam processos internos e que possibilitem dados para tomadas de decisão. Se você não tem um TI não se preocupe, hoje diversas plataformas e apps são feitas para trabalho em nuvens, são intuitivas e não requerem conhecimento em tecnologia.
Cliente: a experiência do cliente é o que importa, e ela se inicia nas ferramentas disponibilizadas para o consumidor que garantam maior conveniência e ajudem no processo de fidelização da base de clientes. Você precisa se perguntar: Como é que a transformação digital poderia melhorar seu produto ou elevar a experiência do cliente ao adquiri-lo?
Processos: a utilização de metodologias ágeis na gestão de projetos e o uso de ferramentas nas tomadas são decisivos para o sucesso da transformação.
RH: é imprescindível a formação de um time talentos, reter e atrair talentos que possam se desenvolver junto com a empresa. E um processo de gestão de pessoas que permita o desenvolvimento e crescimento profissional e pessoal de cada um e em equipe.

Decidido a levar a sua imobiliária para uma
“TRANSFORMAÇÃO DIGITAL”?

Apesar de muitos pensarem que a transformação digital, deve ser automaticamente uma responsabilidade do departamento de TI, especialista orientam no entanto que se o seu negócio não é da ramo de tecnologia, você deve eleger uma empresa que tenha profundo conhecimento dos seus processos, e juntos capacitar sua equipe para o desenvolvimento do projeto transformação digital. Espero ter ajudado, e que você agora comece a pensar na transformação digital da sua imobiliária, vamos resumir as principais áreas e processos que merecem atenção redobrada no processo de Transformação digital de uma imobiliária.
Gestão financeira: Vamos imaginar que você ainda se baseia em diversas planilhas, hoje já existem plataformas inteligentes e otimizadas que permitem a partir de telas checar pagamentos a fazer, cobranças e urgências. Para se ágil seu gerenciamento financeiro precisa ser intuitivo e muito organizado.

Gerador de contratos: já existem plataformas que geram contratos, bastando preenchendo as informações e com a garantia de que não irá se esquecer de nenhuma clausura importante. Além dos contratos você vai precisar pensar também na assinatura digital de contratos, se preferir se aprofundar escrevemos um artigo sobre o assunto “Imobiliárias agilizam e implantam assinatura digital para contratos de aluguel.” 
Site da sua imobiliária: algumas plataformas imobiliárias oferecem um site, é preciso estar atento se este site é responsivo para celular, e se esta plataforma oferece integração com todas as ferramentas que você precisará. E se estamos falando de site, é preciso falar do Blog, pois é através deste blog que você conseguirá compartilhar conteúdos para atrair clientes, e manter um SEO (Otimização para mecanismos de busca) para ranqueamento no Google. Lembre-se hoje o “estar na primeira página do Google é essencial, considerando que 60% dos negócios imobiliários nascem na internet, através de buscas.
CRM da sua imobiliária: todo empresário sabe que mais que conquistar novos cliente, acompanhar de forma qualificada novos clientes/leads, por isto ter uma plataforma que ofereça um CRM ou a integração com um é fundamental na hora da escolha.
CHAT – atendimento ao cliente: agilizar, tirar dúvidas na hora, é a forma mais eficiente de não perder um cliente que chegou no site. Hoje já é possível tirar todas as dúvidas do cliente, demonstrar imóveis, e só depois passar este cliente para o atendimento pessoal. Lembramos mais uma vez da importância de ter estas ferramentas integradas, para o sucesso do resultado.
Portais imobiliários: ganhar tempo na hora de anunciar nos portais imobiliários é uma das prioridades, e o mais importante fazer isto sem erros que possam comprometer o seu anúncio. Por isto sua plataforma deve oferecer integração com estes portais. Assim você cria o seu anúncio uma única vez e replica em todos os portais.
Redes Sociais: da mesma forma que a integração com portais imobiliários é importante, a integração com as redes sociais também é necessária. A integração ajuda a ganhar rapidez replicando os conteúdos, e programando sua agenda de anúncios e publicações de conteúdo.
E-mail marketing : pensou que o e-mail marketing havia morrido? Não, na verdade ele evoluiu, portanto, cuide da sua lista de contatos e leads, seu departamento de marketing poderá acompanhar a jornada do seu cliente e acompanhá-lo com materiais e conteúdos e com isto conduzi-lo pelo funil de vendas para a sua jornada até o fechamento.

Baixe o e-book : Do aperto de mão ao aperto do botão, e conheça um pouco mais sobre a digitalização imobiliária.

Compartilhe esse Artigo

Rosalvo Barreto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *