Mercado vê com otimismo nova linha de crédito imobiliário corrigida pela poupança da Caixa

Contato
Mercado vê com otimismo nova linha de crédito imobiliário corrigida pela poupança da Caixa Rosalvo Barreto

Mercado vê com otimismo nova linha de crédito imobiliário corrigida pela poupança da Caixa

Mercado vê com otimismo nova linha de crédito imobiliário corrigida pela poupança da Caixa

Esta semana o mercado imobiliário recebeu com otimismo o anúncio da nova modalidade de financiamento da Caixa Econômica Federal. Esta nova modalidade de crédito imobiliário que seria corrigido pelo rendimento da poupança, mais uma taxa fixa que varia de 3,35% a 3,99% ao ano (neste caso será avaliado o perfil do cliente), mais a Taxa Referencial (TR), que hoje está zerada.

A partir desta segunda-feira 01 de março a nova opção estará disponível. A contratação da linha de crédito imobiliário pode ser feita para compra de imóveis novos e usados, construção e reforma.

Como funciona na prática?

Lembramos que sempre que a “Selic é igual ou inferior a 8,5% ao ano, o rendimento da poupança é equivalente a 70% da Selic mais a variação da Taxa Referencial (TR), atualmente zerada. Ou seja, com o patamar atual da taxa básica de juros, de 2% ao ano, o rendimento da caderneta está em 1,4% ao ano. Mas se a Selic estivesse acima de 8,5% ao ano, a remuneração passaria a ser de 0,5% ao mês (6,17% ao ano) mais a variação da TR. Portanto, hoje o cliente pagaria uma taxa que pode partir de 4,75% (3,35% mais 1,4%) ao ano na nova modalidade de crédito imobiliário anunciada pela Caixa. E o produto tem uma trava de 10,16% ao ano, ou seja, o valor máximo – de 3,99% mais o rendimento de 6,17% -, que a poupança pode alcançar em um cenário de alta da Selic. (Infomoney)

Até então tínhamos três opções: corrigido pela Taxa Referencial + taxa fixa; a opção sem correção pelo IPCA + Taxa fixa; e taxa fixa. Segundo o banco a apresentar esta modalidade corrigida pela poupança, a Caixa, seu presidente Pedro Guimarães, disse que “a nova linha chega após um recorde de financiamentos imobiliários em 2020 entre clientes de média renda. “Foi um ano histórico. Foram R$ 53,7 bilhões em volume financeiro financiado para o segmento de renda média utilizando os recursos da poupança. Isso representa um crescimento de 101,7% em relação a 2019. Nós temos 43,3% de market share desse segmento no mercado”, disse o executivo.

Com a necessidade de 20% de entrada, os 80% restantes são financiados por até 35 anos, através do SAC. Desta forma, as parcelas vão diminuindo com o passar do tempo. Mas ainda é possível optar pelo modelo Price, cujas parcelas são fixas.

Corretores e imobiliárias devem estudar e questionar, qual das quatro opções é a melhor para o seu cliente?

Muitos se questionam qual forma vale realmente a pena. Porém, cada cliente deverá avaliar de acordo com seu orçamento e expectativas. Pois neste novo sistema apesar da taxa fixa, a opção de indexar a poupança pode causar acréscimos ao financiamento.

Para, Alberto Ajzental, coordenador do curso de Desenvolvimento de Negócios Imobiliários da FGV, uma das qualidades desta modalidade é a sua transparência para o consumidor. “A Caixa deixa claro qual é o seu spread, que é a taxa fixa. Nesse formato o limite da taxa fica claro para o cliente. É um risco mensurável, o que garante que a parcela não vai aumentar exponencialmente caso algo aconteça na economia. Enquanto a Selic está baixa, o cliente tem uma alternativa com a taxa mais baixa do mercado”, avalia.

Para Rosalvo Barreto, consultor para imobiliárias, “a nova modalidade é sem dúvida uma notícia excelente para o mercado imobiliário, que teve um ano muito bom e já vinha com um ritmo e resultados otimistas. As imobiliárias deverão ficar atentas não apenas ao consumidor final, mas também as diversas oportunidades e parcerias que podem surgir. Os pequenos construtores devem ver com bons olhos a oportunidade de venda e devem voltar a investir”. Rosalvo Barreto é mestre em marketing e PhD em Administração, e mais de 30 anos no mercado imobiliário.

Aproveite o clima otimista, entenda que o mercado mudou e você precisa acompanhar estas mudanças. Conheça o Instituto Rosalvo Barreto, um EaD de formação e qualificação para empresários do mercado imobiliário. Assim mais que esperar pela oportunidade, você pode estar preparado para construí-la neste novo cenário.

Compartilhe esse Artigo

Rosalvo Barreto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *