Dicas para corretor de imóveis: 4 para ter sucesso na carreira

Contato
Dicas para corretor de imóveis: 4 para ter sucesso na carreira Rosalvo Barreto

Dicas para corretor de imóveis: 4 para ter sucesso na carreira

Dicas para corretor de imóveis: 4 para ter sucesso na carreira

Além de promissor, o trabalho do corretor de imóveis é essencial para o bom andamento do setor imobiliário. No entanto, é necessário buscar maneiras de se destacar, investindo em estratégias diferenciadas, assim como em qualquer outra área. Por isso, elaboramos esse artigo com 4 dicas para corretor de imóveis.

As tarefas básicas  de um corretor já geram bons resultados, mas não são elas que vão levar esse profissional a outro patamar. É dar alguns passos além para alcançar o sucesso. Além disso, qualquer pessoa que decida trabalhar nesse setor deve ser esforçada e comprometida com o que faz, pois só assim poderá oferecer o melhor do seu serviço.

O mercado imobiliário é bastante complexo, uma vez que a venda de imóveis é muito mais minuciosa do que qualquer outra. Além de uma alta quantia em dinheiro, também envolve as perspectivas e sonhos dos clientes. É preciso compreendê-los para usar as ferramentas certas para vender e ajudá-los a conquistar esse objetivo. Os corretores que mais vendem são aqueles que mais investem em melhorias profissionais.

Pensando nisso, neste artigo, vamos falar quem é, o que faz e como surgiu o corretor de imóveis, como é o mercado imobiliário no Brasil e dar algumas dicas para corretor de imóveis ter sucesso na carreira. Acompanhe!

O que é, o que faz e como surgiu a função do corretor

De acordo com a Lei nº 6.530, o corretor de imóveis ou corretor imobiliário é o profissional que intermedia a venda e locação de imóveis, bem como permutas e sua administração em áreas urbanas e rurais. A profissão foi regulamentada em 1962 no Brasil, mas em 1978, quem decidisse exercer o cargo passou a precisar de uma especialização técnica e estágio.

Dessa forma, o profissional é credenciado junto ao CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), obtendo uma carteirinha que o habilite a atuar na profissão. Ou seja, assim como um motoboy entregador precisa de sua habilitação para trabalhar, o corretor precisa estar credenciado.

Pessoas de qualquer área ou idade podem trabalhar nesse ramo, por isso, ele é visto como uma nova oportunidade de se relançar no mercado e começar uma nova história. O processo de habilitação dura de 1 a 3 anos, e traz vantagens como:

  • Horário flexível;
  • Remuneração variável;
  • Independência;
  • Rotina dinâmica.

Além disso, é necessário que o corretor siga um código de ética durante o exercício da profissão. Seja durante a venda ou locação de imóvel com automação de casa e outros tipos, o corretor precisa seguir esses requisitos para poder trabalhar.

O mercado imobiliário no Brasil

No país brasileiro, o mercado imobiliário tem um histórico de altos e baixos bem extenso. A recessão da economia nos últimos anos impactou o setor, que somente agora começou a dar sinais de estabilidade.

Além de questões econômicas, outras influenciam as mudanças nesse mercado, como o perfil dos consumidores, que hoje em dia têm se mostrado entre as pessoas mais jovens.

Devido a essa mudança constante no ramo imobiliário, o corretor exerce papel importante para o bom andamento dele. Trata-se de um profissional que vivencia os acontecimentos e quem tem contato direto com os compradores.

Por entender seu perfil, necessidades e sua realidade, o corretor consegue oferecer a melhor possibilidade, dentro das exigências dos clientes, como sala planejada apartamento e outras características dos imóveis.

Dicas para corretor de imóveis

Assim com qualquer profissional, o corretor precisa desenvolver algumas habilidades e investir em estratégias que o façam alcançar o sucesso, dentre elas:

1. Dicas para corretor de imóveis: Trabalhar o marketing pessoal

Em vários setores do mercado, nos deparamos com profissionais que sabem se comportar e têm uma boa aparência.

Os corretores que fazem isso são aqueles que entendem a importância do marketing pessoal, sendo ele necessário para agregar valor à imagem, aparentando maior credibilidade frente aos clientes.

No mercado imobiliário, é fundamental usar essa técnica, pois o modo como o cliente enxerga o vendedor influencia em sua decisão de compra.

Portanto, para trabalhar bem o marketing pessoal, o primeiro passo é usar roupas adequadas e acessórios de qualidade, como caderno com encadernação capa dura.

O ideal são as roupas sociais, pois são mais elegantes e sérias. Além disso, elas causam a impressão de estar falando com um profissional bem-sucedido e que realmente entende do assunto.

Além das roupas, é preciso se atentar aos cabelos, que devem estar sempre arrumados e as unhas sempre limpas.

Atente-se também aos gestos, uma vez que estes também fazem parte de um bom marketing pessoal. Desviar o olhar, por exemplo, pode demonstrar insegurança, nervosismo ou agitação.

Preze sempre por uma boa postura, afinal, os movimentos sempre transmitem alguma mensagem. Uma boa dica é ter a coluna ereta, seja em pé ou sentado e conversar olhando diretamente para o cliente.

2. Dicas para corretor de imóveis: Estabelecer uma conexão com o cliente

Para estabelecer uma boa conexão com o comprador, é fundamental estar atento a alguns fatores, como saber dialogar com cada um deles.

Em qualquer área de atuação isso é importante, desde imobiliárias a empresas que fazem locação de painel de led.

Cada perfil de pessoa pede de um tipo de comunicação, por exemplo, algumas preferem uma linguagem mais simples, enquanto outras querem uma linguagem mais formal.

É uma habilidade importante para o corretor saber dialogar com diferentes perfis de clientes, mas, de qualquer forma, a conversa precisa ser sempre direta e sincera. Além disso, o corretor deve ser sempre gentil e educado, além de amigável.

Outra forma de estabelecer essa conexão é entendendo o perfil do cliente, principalmente na venda de imóveis, que muitas vezes envolve desejos e necessidades.

É necessário compreender as características do possível comprador e de sua família (se houver), o que inclui estilo de vida, preferências e outras particularidades.

A venda de apartamentos em condomínios, por exemplo, implica algumas questões, como presença de quadras esportivas, churrasqueira, playground etc.

É essencial saber o que o cliente busca em detalhes, para fazer uma venda que realmente traga benefícios para ele. Independentemente de estar dentro da imobiliária ou em um stand para evento em uma feira, conhecer esses pontos é fundamental.

Pergunte sobre a rotina dele, pois ela pesa muito na hora de encontrar uma boa localização. Um profissional que trabalhe home office, por exemplo, precisa de um imóvel que tenha espaço para seu escritório.

Pessoas com filhos precisam de locais próximos a escolas e universidades. Idosos precisam estar próximos a hospitais e clínicas, dentre outras características.

3. Dicas para corretor de imóveis: Estar nas redes sociais

As redes sociais se tornaram plataformas importantes para o sucesso de qualquer negócio e profissional, e para os corretores não poderia ser diferente. São nessas plataformas que conseguimos encontrar os mais variados perfis de clientes e pessoas que estão buscando de tudo para comprar, de imóveis disponíveis a mesa de reunião para escritório.

É importante lembrar que, independentemente de qual rede você use, precisa ser um perfil profissional. Além disso, atenha-se a publicar apenas assuntos relacionados ao mercado imobiliário, evitando polêmicas e vida pessoal. Não se esqueça de entender bem o seu público. Por exemplo, se ele é constituído por pessoas mais simples, que adquirem imóveis por meio de programas do governo, imóveis de alto padrão não serão interessantes para elas.

O mesmo acontece ao contrário: se a sua clientela é formada por pessoas de classes mais elevadas, seria estranho publicar imagens e conteúdos a respeito de imóveis simples e que não se enquadrem à categoria deles. As redes sociais são muito bem-vindas, mas é preciso usá-las com sabedoria para se comunicar com o público e fazer bons negócios.

4. Dicas para corretor de imóveis: Entregar serviço de qualidade

Quando uma empresa ou profissional faz um atendimento de qualidade, entende nossas necessidades e vende produtos e serviços de qualidade, sempre nos lembramos e indicamos para outras pessoas, certo? Com os corretores isso não é diferente. A propaganda boca a boca é poderosa e está aí para todos, então, se você oferecer um serviço de qualidade, será indicado para outros possíveis compradores.

Não se esqueça de oferecer um cartão de visita pessoal, para que ninguém perca o seu contato e você abra as portas para novas oportunidades de negócio.

Conclusão

O corretor de imóveis é um profissional que lida diretamente com o público e faz parte do sonho de muita gente. Apesar disso, ele precisa desenvolver as habilidades certas para que possa alcançar o sucesso e atender às necessidades dos clientes.

Independentemente de você ser corretor autônomo ou terceirizado de alguma imobiliária, as dicas que demos aqui são essenciais para que você possa fechar bons negócios. São pequenas ações que fazem toda a diferença, por isso, anote todas elas e coloque-as em prática o quanto antes. Assim, você fará grandes vendas e se tornará um exemplo de corretor.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe esse Artigo

Rosalvo Barreto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *