3 passos para uma melhor análise de imóveis

Contato
3 passos para uma melhor análise de imóveis | Rosalvo Barreto

3 passos para uma melhor análise de imóveis

3 passos para uma melhor análise de imóveis

O processo de fazer análise de imóveis é muito importante, tanto para quem vende quanto para quem compra, uma vez que é por meio desse processo que garante-se um preço justo para a propriedade.

Os corretores são os responsáveis por esse trabalho, e eles levam em conta diversas características do bem para que ele possa ser vendido ou alugado. Portanto, estamos nos referindo a uma tarefa essencial.

A análise de imóveis não é um detalhe, mas uma forma de entender o quanto vale um imóvel. Todos os processos que envolvem são fundamentais para não perder dinheiro e garantir que tudo seja feito do jeito certo.

Ademais, a análise de imóveis é cercada de variáveis que podem interferir no preço da propriedade. Tais como sua localização, situação do imóvel, seu tempo de existência, dentre outras informações.

É preciso levar em conta a faixa de preço do mercado, pois se o bem estiver muito acima da média, corre o risco de ficar encalhado. Por outro lado, propriedades muito abaixo do preço podem levantar suspeitas.

Pensando nisso, vamos explicar como os investidores devem analisar imóveis para investimentos. Os tipos de análises de imóveis, bem como melhorar essa análise para investir de maneira mais segura. Confira!

Afinal, como é a análise de imóveis para investimento?

O mercado imobiliário está aquecido e tem adotado a tecnologia para facilitar a compra, venda ou locação de imóveis. Isso acabou facilitando o lançamento de diferentes tipos de empreendimentos.

As avaliações patrimoniais mais recentes mostram que muitas pessoas preferem investir em propriedades por conta da segurança e da estabilidade.

Tendo isso em vista, aumentou-se o número de ofertas de diferentes tipos de imóveis, além de condições especiais para a aquisição. Uma delas são os valores mais atrativos, que impulsionaram ainda mais esse tipo de investimento.

Mas, mesmo diante de um cenário positivo, é necessário acompanhar as mudanças. Tendo em vista que a economia tem sofrido muitos impactos recentemente.

Até mesmo na locação de imóveis é essencial avaliar se a proposta realmente vale a pena. Uma vez que muitas pessoas estão sem renda por conta do alto índice de desemprego.

Se você possui um imóvel e não está conseguindo alugá-lo há um bom tempo, pode optar por vendê-lo, arcar com suas despesas ou oferecer uma proposta de locação por um valor mais baixo.

Agora, se você deseja investir em uma nova propriedade, precisa pesquisar se é mais vantajoso comprar um apartamento na planta, que esteja em fase de construção, ou que já esteja pronto.

No caso dos imóveis na planta, uma de suas principais vantagens é a valorização quando estiver sendo construído. Esses projetos possuem condições de pagamento mais flexíveis. Então há mais tempo para que o comprador consiga um crédito de financiamento.

A dica é fazer a aquisição logo nos primeiros dias de lançamento, pois isso garante um valor mais baixo. Quando o imóvel estiver pronto, o investidor pode vendê-lo por um preço mais elevado e conseguir lucros.

Por outro lado, se a sua intenção é lucrar o quanto antes, deve investir em imóveis prontos, uma vez que o período entre o fechamento do negócio e a entrega das chaves durará, no máximo, sessenta dias.

Se você investiu em um projeto de sala comercial finalizado, não precisa se preocupar com atrasos nas obras e descumprimentos por parte da construtora. Também é possível optar pela compra com financiamento, mediante pagamento de entrada.

Independentemente da sua escolha, é fundamental que você se mantenha informado sobre a situação econômica do país, além do que acontece no mercado imobiliário.

Tipos de análises de imóveis

Para fazer uma boa análise do patrimônio que você pretende investir, é necessário considerar alguns pontos.

Um deles é verificar o tempo de construção da propriedade, tendo em vista que, geralmente, imóveis mais novos possuem uma diferença de valorização se comparados às construções mais antigas.

Isso acontece porque esses imóveis estão adaptados à realidade atual e contam com mais qualidade em sua infraestrutura. Isso se refere à estrutura interna, com itens modernos, como:

  • Tomadas;
  • Encanamento;
  • Fiação;
  • Esquadrias.

Entretanto, os imóveis mais antigos, tanto os residenciais quanto os que são destinados ao aluguel de espaços corporativos, são mais espaçosos. Ainda assim, eles apresentam uma necessidade maior de manutenção.

Da mesma maneira, é ideal que você procure se informar sobre o valor das propriedades localizadas na mesma região em que pretende investir.

As variações são normais, mas é possível estabelecer um valor médio por metro quadrado. Para se informar, você pode consultar a vizinhança ou contar com a ajuda de um corretor.

Também é importante que você saiba sobre a valorização da localização, pois sempre existem nos bairros e regiões que são mais desejados. Isso aumenta o valor do metro quadrado.

Ademais, precisamos levar em conta a segurança, poluição, comércios próximos, meios de locomoção e o quanto o imóvel está próximo da área central da cidade. Todos esses são critérios que vão interferir no valor final da propriedade.

Antes de providenciar a entrega de documentos e finalizar a compra de um imóvel. Recomendamos que você procure a ajuda de um profissional, para se certificar da avaliação.

Ele sabe quais são os critérios do mercado imobiliário e conta com todo o respaldo de experiências com negócios dinâmicos e especializados. Além disso, vai te ajudar a entender quanto custa avaliar um imóvel e pode apontar condições vantajosas e as desvantagens.

Só que, antes de escolher o seu corretor, é fundamental que você levante um cadastro no mercado para verificar a estrutura física da empresa e sua idoneidade.

Por fim, pesquise informações em sites especializados para saber o preço aproximado do imóvel que pretende investir. Por meio deles, há a possibilidade de saber como avaliar a propriedade sem precisar sair de casa.

A tecnologia tem ajudado em muitos sentidos, desde empresas de engenharia ambiental aos mais diferentes negócios. Um exemplo disso é o comércio eletrônico, que aumentou as oportunidades para o mercado imobiliário.

Pesquisar e encontrar imóveis é muito mais fácil hoje em dia. Visto que o comprador não precisa se deslocar até a imobiliária ou marcar uma visita pessoal.

Esses sites oferecem todas as informações necessárias para a avaliação do bem. Contando com recursos como fotos, vídeos de alta qualidade e descrições que ajudam a precificar o imóvel.

Ainda é possível obter informações detalhadas em relação à localização, número de cômodos e qualquer detalhe relacionado à estrutura da propriedade.

Por fim, encontre o máximo de imóveis possíveis que estejam dentro dos padrões que você procura e determine qual deles oferece melhor preço.

Dicas para analisar um imóvel

Para investir de maneira segura em qualquer tipo de propriedade e com isso poder providenciar as melhorias necessárias, como no caso de reforma comercial, você pode executar os seguintes passos:

1.    Identificar imóveis de rápido retorno

É fundamental que você identifique os imóveis de maior liquidez. Ou seja, aqueles que podem ser vendidos rapidamente e que trazem um retorno imediato aos seus investimentos.

Procure por ofertas de casas e apartamentos que atendam aos interesses das pessoas em determinada localização.

2.    Estudar as taxas de juros

Geralmente, as pessoas compram imóveis por meio do financiamento imobiliário. Tendo em vista que as propriedades custam uma quantia maior que poucos podem pagar à vista.

Se você pretende comprar uma sala comercial coworking, um apartamento, casa ou qualquer outro tipo de imóvel por meio de financiamento, é vital analisar a taxa de juros para saber o quanto você pagará no final.

Se a soma ultrapassar muito o valor da propriedade à vista? É interessante procurar outras instituições e estudar outras linhas de crédito.

3.    Informar-se sobre valorização

Faça uma análise minuciosa sobre a região onde pretende comprar se o imóvel. Essa informação te ajudará a descobrir se o bairro tem potencial de expansão e, consequentemente, será mais valorizado.

Bairros que estão crescendo e recebendo mais pontos comerciais, como shoppings, lojas, academias e empresas têm mais probabilidade de valorização.

Nesse caso, vale mais a pena comprar uma propriedade e instalar sistemas de monitoramento, para, posteriormente, alugar ou vender por um valor mais alto.

É dessa forma que você faz valer o seu investimento, obtendo lucros para investir em novas propriedades no futuro.

Conclusão

Os investidores precisam levar em conta diferentes fatores quando se trata de investimentos imobiliários. A aquisição, independentemente do tipo de imóvel, precisa ser feita com cautela e muito bem pensada.

Quando tem-se a intenção de morar no imóvel, é essencial levar em conta apenas nossos interesses particulares. Agora, se você quer comprar para alugar ou vender mais tarde, deve pensar em outros aspectos, que não sejam apenas os seus interesses.

Compradores e locatários vão avaliar as propriedades e escolher aquelas com as melhores características e vantagens. Mas, se você seguir as dicas abordadas no decorrer do conteúdo, saberá analisar suas possibilidades de investimento imobiliário.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe esse Artigo

Sara Garcete

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *