5 boas práticas para gestão imobiliária

Contato

5 boas práticas para gestão imobiliária

5 boas práticas para gestão imobiliária

A gestão dentro de uma imobiliária é de extrema utilidade, ainda mais para negócios em pleno crescimento e expansão, onde contratos, questões financeiras, clientes e funcionários devem ser bem cuidados, dentro de uma personalização impecável e bem alinhada.

Mas, para que isso aconteça, é preciso que a imobiliária realize um investimento preciso, tanto em companhias de gestão, quanto em profissionais liberais que façam esse trabalho contínuo junto ao negócio, traduzindo sua identidade dentro dos serviços prestados.

Dentre as principais funções na gestão de imóveis está, por exemplo, a verificação de um aluguel de endereço fiscal de forma ágil, prática e dentro dos conformes de leis, de modo que esta atividade do dia a dia seja bem executada pelas equipes responsáveis.

O trabalho do gestor, nesta situação, é essencial para que haja economias dentro da empresa, algo que só pode acontecer por meio de profissionais que conhecem bem a área e podem ver possibilidades dentro daquilo dito como comum em uma imobiliária.

No artigo de hoje, você vai entender um pouco mais sobre o papel de uma gestão imobiliária dentro de um negócio, e qual a importância de uma organização dos processos feita pelos profissionais envolvidos, bem como as melhores práticas de uma boa gestão.

Afinal, o que é a gestão imobiliária?

A gestão imobiliária é uma atividade que engloba inúmeros processos diferentes, comuns dentro de uma empresa de imóveis, onde cada etapa é bem estruturada e acompanhada por profissionais, visando a saúde financeira e a organização da mesma.

Dentro de um trabalho nesse tipo de empresa, o dono da imobiliária deve se preocupar com as seguintes questões, consideradas essenciais para um crescimento empresarial saudável:

  • Gestão financeira;
  • Gestão de pessoas;
  • Gestão dos imóveis;
  • Gestão de clientes.

Começando pela gestão financeira, o responsável trabalha diante de processos de contratos, contas a pagar, transações entre clientes, dentre outras situações que envolvam a parte econômica da empresa, sobretudo aquela que diz respeito à lucratividade.

Por exemplo, questões como a instalação de internet e os valores pagos por isso são um elemento de uma gestão de imóveis, que deve não apenas se ater ao valor pago por serviços necessários, mas à maneira de encontrar a economia dentro dessas situações.

Na gestão de pessoas, como o próprio nome sugere, existe uma preocupação sobre o trabalho realizado pelas equipes, e como este pode se adequar aos propósitos da empresa, como o retorno maior de contas de imóveis, ou entrada de mais clientes na carteira.

Para isso, geralmente utilizam-se técnicas que trazem maior aproximação entre empresa e funcionário, tal como aplicativos de produtividade, maior empenho da comunicação interna, bonificações e sorteio de notebook novo, entre outras estratégias do tipo.

A gestão de imóveis é equivalente à verificação contínua da cartela de produtos que a imobiliária oferece, algo que de certa forma pode ser entendida como de clientes internos, aqueles que disponibilizam casas ou apartamentos para venda e locação.

Estar a par com esse segmento do processo é essencial, visto que desta relação podem surgir oportunidades de descontos para compradores, contratos benéficos para ambos os lados, e também um relacionamento que permita o trabalho mais duradouro entre os lados.

Por fim, na gestão de clientes, estão as conformidades com as novas aquisições da empresa, ou seja, conclusão de contratos, entrega de documentos de fechamento de compra ou aluguel, e demais questões que remetem ao consumidor final.

Nessa etapa, é essencial que sejam trabalhados tanto as questões que envolvem o atendimento dessas pessoas, quanto o feedback e outras estratégias que focam na fidelidade, visto que são muitos os concorrentes no mercado atual.

Dentre todas as áreas de trabalho de um gestor de imóveis, além da tarefa contínua e próxima em todos os setores, principalmente em questão de liderança, estão também maneiras de utilização de ferramentas, como sistemas e softwares auxiliares.

A importância na organização dos processos

Acompanhe neste tópico alguns dos principais pontos que remetem à importância e às vantagens da gestão imobiliária para uma empresa. Entenda porque é essencial que, como dono da imobiliária, você comece a pensar em investir nesse serviço:

Maior produtividade

Com o contato cada vez mais próximo das equipes de trabalho, e a partir da organização e utilização de ferramentas úteis, a produtividade das equipes de trabalho na imobiliária fica maior, e cada vez mais focada nos resultados a serem alcançados pela companhia.

Não é à toa que isso gera maior interesse dos funcionários pelo local de trabalho, o que também interfere na diminuição da rotatividade, sendo muito interessante para o andamento das atividades diárias, como a fiscalização de reformas de casas e vendas de imóveis.

Resultados cada vez mais rápidos

Uma boa gestão vai trazer resultados ainda mais rápidos, visto que existe acompanhamento e um foco maior naquilo que deve ser alcançado pela empresa, como no caso de uma imobiliária, o que pode ser uma maior carteira de clientes com contratos longos.

Uma das principais maneiras de alcançar esse objetivo é por meio da integração de equipes, que acontece nos mais diferentes setores, e que contribui para a melhoria do negócio.

Mapeamento de oportunidades

Gestores que andam por diferentes setores geralmente acabam tendo visões diferentes dentro do negócio, e em um esquema que envolve as partes importantes para imobiliárias, certamente está o mapeamento de oportunidades.

Isso porque fica clara a atenção dada ao cliente e ao funcionário, o que ajuda a esclarecer potenciais formas de venda e compra, como um local com manutenção de jardim feita, ou até mesmo contratos maiores a cada ano entre ambas as partes interessadas.

Adequação às transformações digitais

A possibilidade de uma gestão de vendas trás uma grande vantagem, que é a transformação digital, o que ocorre por meio dos mecanismos, entre programas e ferramentas tecnológicas que auxiliam dentro de um esquema de trabalho.

Grande parte das empresas que trabalham com gestão imobiliária estão utilizando ferramentas digitais, e certamente estão ficando à frente de muitas companhias.

A gestão imobiliária na prática

Caso você seja um dono da imobiliária, deve entender mais sobre algumas boas práticas da gestão de imóveis, bem como saber sobre como os gestores costumam comandar a empresa e trazer resultados e, principalmente, estabilidade. Confira abaixo:

1 – Fazer uma boa organização de seus clientes

Assim como em um controle de portões, uma imobiliária deve estar sempre organizada em questão da administração de contas e contratos de clientes, visto que para cada realidade existe uma maneira diferente de atendimento e de trâmites legais.

Para isso, os gestores costumam subdividir seus clientes e até mesmo os imóveis, ação que facilita tanto para as equipes internas, de finanças e jurídicas, quanto para consultores.

2 – Utilizar ferramentas de organização

Até aqui você já entendeu o quanto é importante que ferramentas sejam incorporadas no dia a dia da empresa, com foco em aumentar a produtividade e fazer com que as equipes conversem entre si, independente da área na qual prestam serviços.

Por isso, saiba que dentre as boas práticas de um gestor de imóveis está o trabalho com empresas de tecnologia, que poderão ajudar nesse momento com mais perspicácia.

3 – Incorporar os processos na cultura da empresa

Ainda que a gestão seja excelente, e exista de fato uma mudança interna, baseada em ferramentas úteis, é preciso que essa reestruturação seja baseada dentro da cultura da empresa. Ou seja, naquilo que se diz respeito aos hábitos e à identidade interna e externa.

Para isso, nada melhor do que trabalhar, com profissionais da companhia dicas de comunicação interna, e para pessoas de fora, como os clientes, comunicações baseadas em mostrar os principais objetivos da empresa.

4 – Trabalhar a inadimplência

Trabalhar bem a inadimplência é excelente para combater as dívidas e fazer com que um cartão de ponto com horas extras de um funcionário seja pago no momento certo.

Uma boa dica utilizada não apenas pelos donos de imobiliária mas também pelos gestores ou empresas contratadas é a negociação e a conversa constante, em busca de soluções.

5 – Realizar análises periódicas

As análises são essenciais em qualquer tipo de gestão e reestruturação corporativa. Isso porque, a cada nova ação, existe a necessidade de validação e verificação de erros, acertos e outras questões relacionadas à captação de resultados.

Por isso, não deixe de lado a parte analítica da gestão e foco na máxima atenção aos números e comportamentos de todas as equipes envolvidas.

Considerações finais

Se você é dono da imobiliária e até o momento não sabia como fazer para gerir todas as partes importantes do seu negócio de forma contínua e unitária. Escolha não ter dúvidas com um gestor de imóveis ou uma empresa especializada nesse serviço.

Com as ferramentas certas e a experiência sólida de gestão, essas equipes trarão resultados cada vez mais rápidos. Além de trabalhar um positivo impacto cultural dentro da imobiliária, tanto para profissionais quanto para os clientes de sua carteira.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe esse Artigo

Rosalvo Barreto

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *